Meu primeiro post

Na minha vida, nada acontece de um dia para o outro. Todos os dias eu aprendo alguma coisa, enxergo um novo aspecto e até dou um passo pra trás, quando percebo algo equivocado. Assim, vou colocando em prática, no meu próprio tempo, uma forma de viver mais próxima do que acredito. Esse é o meu jeito de resistir ao que eu percebo de errado no mundo.

Essa jornada começou cedo. Tive meu primeiro contato com o vegetarianismo e suas motivações éticas com apenas 13 anos e então decidi parar de comer carne. Fui tomando tempo para aprender a cozinhar vegetais, para entender como me relacionar com o outro sendo vegetariana cercada de pessoas que não eram, para estudar quais ingredientes de origem animal poderiam estar escondidos nos produtos industrializados, etc. Minhas investigações nunca pararam, elas foram se relacionando com outros temas e me mostraram, por exemplo, a relação entre comer orgânicos e cuidar do meio ambiente ou entre simplificar a rotina de beleza e desenvolver autonomia, etc. 

Trouxe para mim a responsabilidade de fazer diferente e assim fui adquirindo novos hábitos e revolucionando os antigos. Procurei conhecer pessoas, participar de vivências e ler muito para aprender cada vez mais e redefinir os meus critérios de escolha. No momento em que me senti à vontade com esse caminho, foi natural que ele se refletisse no meu trabalho e foi assim que criei a Canna, minha antiga marca de bolsas veganas. Além da matéria prima vegana, os produtos eram feitos com mão de obra justa e tinham um desenho atemporal, pensado para durar além dos ciclos efêmeros da moda.

Falar por muitos anos sobre minhas escolhas de vida, em nome da Canna, me fez perceber que tudo que eu tinha estudado também era muito relevante para outras pessoas, e que eu poderia seguir compartilhando minha visão, mesmo sem o apoio de um produto. Comecei mostrando um pouco da minha busca nas redes sociais, depois a escrever em colaboração com outros sites e até criei a minha newsletter.

Divido minhas reflexões sobre estilo de vida consciente com um olhar questionador, que é ao mesmo tempo entusiasmado com ideias transformadoras e cético para não se deixar enganar e iludir. Também gosto de provocar as pessoas a serem mais protagonistas de suas escolhas, incentivando-as a refletirem, a sairem do raso e a fazerem as perguntas certas. Pra mim não é o caso de encontrar soluções mirabolantes, mas de repensar de forma simples como estamos vivendo e queremos viver. Eu acredito cada vez menos nas regras dos rótulos e mais na liberdade de poder escolher sozinha.

Sabendo que o que importa não é o destino, mas sim a forma de caminhar, vou abastecer esse blog com relatos das minhas andanças, com histórias de pessoas inspiradoras e com as minhas referências. Também vou publicar receitas de comidas veganas e produtos de beleza natural. Vou deixar de fazer posts gigantescos no Instagram e colocar essa energia aqui, onde o conteúdo estará sempre organizado e disponível pra consulta. Por enquanto continuo presente nas redes sociais, mas devo postar conteúdos mais rápidos e informações curtas. A newsletter, meu lugar preferido na internet, continua chegando no e-mail com frequência (quase) mensal, trazendo um conteúdo diferente do blog, mais espontâneo, com percepções e reflexões do meu cotidiano. 

A partir de agora, a gente se encontra aqui para trocar descobertas e aprender juntos. E é muito importante que a gente passe a interagir nesse espaço também, eu sempre respondo comentários e e-mails pra gente aprofundar e trocar percepções. Espero sua próxima visita!